quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Robinson une classe política pela liberação de recursos federais para obras hídricas


O governador Robinson Faria se reuniu nesta quarta-feira, 20, em Brasília com o Ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho para solicita a liberação de recursos para implantar ações de abastecimento de água para 600 mil norte-riograndenses.

O Governador voltou a apresentar os estudos técnicos elaborados pela Secretaria de Estado dos Recursos Hídricos – Semarh e da Caern para assegurar a oferta de água à população. Os estudos apontam a necessidade de instalação de um novo ponto de captação de água na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves para permitir o abastecimento de 11 cidades (Mossoró, Assu, Serra do Mel, Angicos, Lajes, Fernando Pedroza, Caiçara, Pedro Avelino, Riachuelo, Pedra Preta, Jardim de Angicos) a partir de dezembro, quando o reservatório atingirá o volume morto. Esta medida está orçada em R$ 20.206.530.15 e vai atender 417 mil pessoas.

Também foi solicitado ao Ministro da Integração Nacional liberação de recursos para a Operação Vertente, que utiliza carros pipa para abastecer diversas cidades. Hoje são 20 cidades atendidas e uma população de 110 mil habitantes. A previsão é de que outras 45 cidades precisarão ser abastecidas com carros pipa até o final deste ano devido à falta de chuvas. Hoje o Governo do Estado dispõe de R$ 6 milhões e deve receber mais R$ 6 milhões até o final do ano, mas precisa de mais R$ 30 milhões para atender as necessidades de ampliação da distribuição de água à população nas áreas urbanas das cidades.

Outra medida apresentada por Robinson Faria é a construção de uma adutora emergencial do município de Afonso Bezerra até Pendências para abastecimento de 78 mil pessoas. Esta adutora irá conduzir a água de cinco poços já perfurados pela Caern. Para isso são necessários recursos no montante de R$ 68.457.292,22.

O chefe do Executivo estadual ainda reforçou o pleito pela liberação dos recursos para as obras da Barragem de Oiticica, no município de Jucurutu. Hoje são liberados apenas R$ 4,7 milhões/mês, quando deveria estar sendo liberado R$ 15 milhões/mês, o que provoca atraso na execução dos serviços.

“O momento de união do Estado, das forças políticas, bancada federal e prefeitos que deve estar acima de qualquer interesse político. Temos estudos técnicos da Semarh e da Caern e as soluções para os 20 municípios já em colapso pela falta de água e para uma população de 600 mil pessoas que será atingida pelo desabastecimento a partir de dezembro próximo. Nossas reivindicações são realistas e de custo baixo, valor pequeno para atender grande parte da nossa população. O Governo do Estado já vem arcando com poços tubulares, carros pipa, adutoras, obras de acesso à água. Vivemos um momento dramático e precisamos dos recursos federais para atender a população do RN”, afirmou Robinson Faria.

O ministro Hélder Barbalho disse que os projetos do Governo do Estado já foram analisados e aprovados pelo Ministério da Integração e que será preciso aguardar dez dias para o Governo Federal reconhecer o decreto de estado de emergência no RN. Ele disse que vai tratar com o ministro do Planejamento, Diogo Henrique, sobre a necessidade de atualizar o orçamento destinado ao Rio Grande do Norte diante da gravidade da situação. Barbalho também solicitou que a classe política do Estado procure diretamente o presidente Michel Temer para ele intervir junto ao ministro do Planejamento pela liberação dos recursos.

Acompanharam Robinson Faria na audiência a senadora Fátima Bezerra, deputados federais Felipe Maia, Fabio Faria, Walter Alves, Beto Rosado, Zenaide Maia e Antônio Jácome, deputada estadual, representando a Assembleia Legislativa, Larissa Rosado. E os prefeitos das cidades de Mossoró, Lagoa Nova, Equador Guamaré, Alto do Rodrigues, Lajes Pintadas, Cerro Corá, São Rafael, Macau, Pendências e Extremoz.




SÃO FRANCISCO DO OESTE/RN: resumo da I Copa Santiago de Futebol (Campeonato Municipal de Futebol de Campo 2017)

Nenhum texto alternativo automático disponível.

GRUPOS:
GRUPO A
GRUPO B
Seleção SFO
Cachimbo Aceso F.C.
Barro Vermelho F.C.
Porfírio F.C.
Oeste F.C.
-

TODOS OS JOGOS ACONTECEM NO ESTÁDIO MUNICIPAL O RIVALDÃO – NA SEDE DO MUNICÍPIO.

JOGOS REALIZADOS:

Rodada 01 (GRUPO A)
DATA
HORA
EQUIPE
X
EQUIPE
02/09
15h45min.
Barro Vermelho
0
X
0
Oeste F.C.
03/09
15h45min.
Poeirão F.C.
0
X
1
Seleção SFO

Rodada 02 (GRUPO B)
10/09
07h30min.
Santa Helena F.C.
11
X
0
Cachimbo Aceso

Rodada 03 (GRUPO A)
DATA
HORA
EQUIPE
X
EQUIPE
16/09
15h45min.
Barro Vermelho
2
X
0
Poeirão
17/09
15h45min.
Oeste F.C.
3
X
1
Seleção SFO


CLASSIFICAÇÃO:
GRUPO A
EQUIPES
PONTOS
SG
GM
Oeste F.C.
04
02
03
Barro Vermelho F.C.
04
02
02
Seleção F.C.
03
00
02
Poeirão F.C.
00
00
00


GRUPO B
EQUIPES
PONTOS
SG
GM
Santa Helena F.C.
03
11
11
Cachimbo Aceso F.C.
00
00
00
Porfírio F.C.
NÃO JOGOU
N.J.
N.J.


CARTÕES AMARELOS: Taygno, Matias, Pedro e Paulinho.

ARTILHEIROS: Romário 05 gols e Diêgo Sobrinho 02 gols.



PRÓXIMOS JOGOS:


Rodada 04 (GRUPO B)
DATA
HORA
EQUIPE
X
EQUIPE
23/09
15h45min.
Porfírio F.C.

X

Cachimbo Aceso

(GRUPO A (jogo antecipado em virtude do 1º Eco Pedal)
24/09
15h45min.
Poeirão F.C.



Oeste F.C.


Rodada 05 (GRUPO A)
DATA
HORA
EQUIPE
X
EQUIPE
30/09
15h45min.
Barro Vermelho F.C.

X

Seleção SFO

Rodada 06 (GRUPO B)

DATA
HORA
EQUIPE
X
EQUIPE
07/10
15h45min.
Porfírio F.C.

X

Santa Helena F.C.

Capotamento na BR-304 em Mossoró



A Polícia Rodoviária Federal (PRF),registrou por volta das 11:00hs desta quarta-feira 20 de setembro de 2017,um acidente tipo capotamento logo após o Cemitério Novo na BR 304 em Mossoró no Rio Grande do Norte.

De acordo com as informações, o condutor do veículo Chevrolet/Classic de placas QGE 7912 Mossoró-RN, identificado como Edilson Cândido da Silva seguia sentido Natal/Fortaleza quando ao passar sobre um cascalho que caiu de uma caçamba perdeu o controle do carro vindo a capotar.

O Corpo de Bombeiros esteve no local, juntamente com uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192),que após os primeiros atendimentos conduziu o ferido com escoriações leves reclamando de dores no peito para o Hospital Tarcísio Maia para uma melhor avaliação médica.

FOCOELHO

Perícia da PF aponta repasses da Odebrecht no exterior para Temer, Cunha, Cunha e Henrique Alves

Resultado de imagem para temer cunha e henrique alves
Uma perícia da Polícia Federal no sistema que registrava as propinas pagas pela Odebrecht comprovou depósitos no exterior para o grupo do presidente Michel Temer.
A propina havia sido combinada em reunião com Temer e peemedebistas, segundo a delação de um ex-executivo da empreiteira.
O relatório da perícia foi anexado ao inquérito que concluiu pela existência de uma organização criminosa com integrantes do partido.
O que diz a PF
A promessa do pagamento de propina teria sido feita em uma “reunião no escritório político de Michel Temer, no dia 15 de julho de 2010, que contou com a presença dos executivos da Odebrecht Márcio Faria e Rogério Araújo, do operador do PMDB, João Augusto Henriques, do próprio Temer, dos ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves.”
Segundo Márcio Faria da Silva, “ficou acertado que a Odebrecht pagaria ao PMDB propina de 4% do valor do contrato assinado entre a Petrobras e a construtora no dia 26 de outubro de 2010 no valor aproximado de US$ 800 milhões. A propina seria de US$ 32 milhões.
No depoimento ao Ministério Público Federal, Márcio Faria disse ainda que, desse total de US$ 32 milhões destinados ao PMDB da Câmara, identificados nos depósitos com os nomes “tremito” e “mestre”, US$ 20,8 milhões foram pagos no exterior, enquanto o equivalente a US$ 11,2 milhões foram pagos em espécie no Brasil.
A negociação e o acerto da propina já haviam aparecido na delação premiada do ex-executivo da odebrecht Márcio Faria da Silva, fechada em dezembro do ano passdo.
Agora, depois de analisar milhares de documentos e fazer o confronto deles com planilhas entregues pela Odebrecht, a Polícia Federal concluiu que, de fato, foi feito o pagamento da propina no exterior para o grupo do PMDB na Câmara.
O relatório do perito criminal da Polícia Federal afirma que “os extratos bancários encontrados no sistema drousys – do departamento de propina da Odebrecht – corroboram as afirmações de Márcio Faria da Silva quanto os pagamentos no exterior, porquanto restou comprovado que os US$ 20,8 milhões foram destinados ao PMDB nas contas bancárias denominadas grand flourish e gvtel, esta última aberta em um banco de Antígua, por Rodrigo Tacla Duran, advogado que segundo apurado no curso da operação Lava Jato atuava no setor de operações estruturadas da Odebrecht.”
Versões
Saiba abaixo o que disseram os citados:
Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha negaram as acusações.
PMDB declarou que só vai se pronunciar quando tiver acesso ao documento da Polícia Federal.
O Palácio do Planalto declarou que a narrativa delatada é uma “mentira absoluta”. Em nota, o Planalto negou que Michel Temer tenha se reunido com os participantes para tratar de valores ou contratos da Petrobras. Disse ainda que o presidente contesta qualquer envolvimento de seu nome com negócios escusos.
Odebrecht declarou que continua colaborando com a Justiça, que reconheceu seus erros e que pediu desculpas públicas.
JP