quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

DHPP prende líder do Sindicato do RN que comandava homicídios no Paço da Pátria

Uma investigação conduzida pela Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) resultou, nesta tarde de quarta-feira (15), na prisão do líder da facção criminosa Sindicato do RN que comandava e ordenava homicídios que ocorreram no Paço da Pátria, zona Leste de Natal, nos últimos dois anos. Wildson Alves da Silveira, vulgo Binho ou Beck, 26 anos foi preso em flagrante com uma pistola. 380, 26 munições, dois carregadores e uma identidade falsa, quando estava à rua Janiópolis, no bairro de Pitimbu. Além da prisão em flagrante, a Polícia Civil tinha um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra ele.


"De acordo com as investigações da DHPP, ele está envolvido em diversos homicídios. Além disto, os assassinatos a serem efetuados no Paço do Pátria só podiam ocorrer com autorização dele", detalhou o delegado responsável pelas investigações, Alexandre Coutinho, do núcleo Zona Leste da capital (DHPP).

Em novembro de 2016, ele confessou que matou Romário Costa da Silva, conhecido por “Dentão”. Wildson Alves também é condenado por um homicídio a 16 anos de reclusão, crime ocorrido em Nísia Floresta. A investigação feita pela Polícia Civil sobre a atuação de Wildson nos homicídios baseou-se em provas testemunhais, denúncias anônimas e colaboração de outros integrantes do Sindicato do Crime que temem ser mortos por Binho.

FOCOELHO

Nenhum comentário:

Postar um comentário