quarta-feira, 22 de março de 2017

52º Homicídio em Mossoró 2017: Popular é perseguido e morto no Alto São Manoel

Mais uma morte violenta provocada por disparo de arma de fogo é registrada em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, que passa a contabilizar 52 homicídios no ano.

O crime aconteceu, por volta das 12h50min desta quarta feira 22 de março de 2017, na Travessa Olinda localizada entre as Ruas Delmiro Rocha e Harmonia, região do Pirrichil no Grande Alto de São Manoel.

A vítima, identificada como Ney Ítalo Fernandes Freire mais conhecido como "Baé" de 21 anos, que residia na Rua Delmiro Rocha no mesmo bairro foi perseguido e morto com um único disparo na região da cebeça.

Testemunhas relataram para a Polícia Militar, que a vítima foi abordada por dois homens, que ocupavam uma moto de caracterísiticas não anotadas, na onde morava e ao perceber a situação correu pela Travessa, mas foi perseguido, alcançado e morto.

Populares ouviram vários disparos de arma de fogo, mas segundo a perícia criminal, apenas um tiro atingiu a vítima que morreu antes da chegada do socorro médico.

Segundo informações repassadas pela Polícia, Ney Ítalo era suspeito de envolvimento com assaltos na região do Alto São Manoel, mas ainda não havia sido preso.

Após o exame pericoscópio realizado pela perícia criminal no local do crime, o corpo de Ney Ítalo foi reemovido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

A equipe da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), esteve no local, onde deu início a investigação do crime, começando com depoimentos de familiares.

FIM DA LINHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário