sexta-feira, 24 de março de 2017

Água do São Francisco em Campina Grande (PB)

camalau
O presidente da Agência Executiva da Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB) disse nesta quinta-feira (23) que mantém o cronograma da chegada das águas da transposição no açude Boqueirão, responsável pelo abastecimento de Campina Grande e de outras 18 cidades no entorno, entre 30 e 45 dias.
“Continuamos com essa tese”, disse o presidente da Aesa, João Fernandes, ao confirmar que as águas da transposição do rio São Francisco já chegaram à barragem de Camalaú, terceiro reservatório no caminho das águas antes de chegar ao Rio Paraíba.
“Quando tiver um bom volume vamos liberar para o rio Paraíba, cuja calha vem recebendo água das chuvas e está com um bom nível e assim que liberar as águas da transposição a correnteza vai  apressar à chegada ao açude de Boqueirão”, garante.
João Fernandes lamentou a quebra de um dos motores na estação elevatória seis da transposição, em Sertânia-PE, que diminuiu a vazão da transposição para 2.2 metros por segundos. “O motor da bomba da Transposição que está em manutenção em São Paulo e a Secretaria de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração deve nos informar nesta sexta-feira (24) quando ficará pronto”, informou.
ROBSON PIRES

Nenhum comentário:

Postar um comentário