sexta-feira, 14 de abril de 2017

EUA lançam a 'mãe de todas as bombas' contra o EI no Afeganistão

GBU-43 ou Massive Ordnance Air Blast (MOAB), a

Trump afirma que autorizou operação e evento foi 'bem-sucedido'; segundo o Pentágono, é a bomba não nuclear de maior poder de destruição já usada pelo Exército dos Estados Unidos.

Em mais um indício da crescente beligerância de Donald Trump, os EUA lançaram nesta quinta-feira, 13, no Afeganistão a mais poderosa bomba não nuclear de seu arsenal, que teve por alvo um sistema de túneis e cavernas usado pelo braço local do Estado Islâmico (EI). Desenvolvido em 2003 durante a Guerra do Iraque, o explosivo nunca havia sido usado no campo de batalha.
A ofensiva ocorreu uma semana depois do bombardeio de uma base aérea da Síria com mísseis americanos, em retaliação a uma ataque com armas químicas que os EUA atribuem às forças de Bashar Assad. Também coincide com a elevação do tom em relação à Coreia do Norte, para cuja vizinhança Trump despachou um grupo de ataque da Marinha, integrado por um porta-aviões e navios usados para o lançamento de mísseis.

Cláudia Trevisan, Correspondente / Washington , 
O Estado de S. Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário