JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHO

www.eugeniofreitas.com - JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHOwww.blogeugeniofreitas.blogspot.com.br

sábado, 27 de maio de 2017

EMATER-RN Sedia a primeira reunião da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, segunda, 29

A Emater-RN sedia a primeira reunião da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, que será realizada nesta segunda-feira, dia 29 de maio, às 10h, no Auditório da instituição.

A Frente Parlamentar foi criada por iniciativa do deputado estadual Souza Neto (PHS), que a preside e é composta ainda pelos deputados Fernando Mineiro (PT), George Soares (PR) e Gustavo Carvalho (PSDB).

Segundo a diretora geral da Emater, Cátia Lopes, a participação do Instituto na Frente e o convite para sediar a sua primeira reunião é uma oportunidade de mostrar a importância da ATER Pública para o desenvolvimento do campo do nosso estado e, principalmente, dos agricultores familiares.

A Frente tem como objetivo articular e acompanhar a execução das políticas públicas voltadas para o fortalecimento do campo e da Agricultura familiar. Nesta primeira reunião será apresentado o levantamento de temas e questões sugeridos pelos diversos participantes com a finalidade de compor a Agenda Política da Frente e que definirão as ações do ano de 2017.

Participam ainda da Frente as seguintes instituições: a EMATER, a Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE), a Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (SEARA), a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (EMPARN), o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (IDIARN), a Secretaria de  o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (IDEMA), o Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (IGARN), a Agência de Fomento do RN (AGN).

Participando como sociedade civil foram convidadas as representações dos agricultores familiares, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do RN (FETARN), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do RN (FETRAF-RN) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); órgãos de assessoramento do Sistema S, o SEBRAE e SENAR; e as Federações dos Municípios do RN (FEMURN) e das Câmaras Municipais do Estado do Rio Grande do Norte (FECAM/RN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário