sábado, 3 de junho de 2017

PF apreende documentos que mostram ligação de Temer com coronel investigado

O Globo
A Polícia Federal apreendeu no escritório do militar aposentado João Baptista Lima Filho, apontado por delatores da JBS como destinatário de R$ 1 milhão em dinheiro por ordem do presidente Michel Temer, documentos com referências ao peemedebista. Há planilhas de movimentações bancárias associadas ao escritório político de Temer e arquivos relacionados à reforma da casa de uma das filhas do presidente, Maristela Temer.
A lista com um breve resumo dos documentos apreendidos é pública e faz parte do inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal para investigar o presidente. Temer é acusado de corrupção, organização criminosa e obstrução da Justiça. O material foi apreendido na Argeplan Arquitetura e Engenharia, na Vila Madalena, em São Paulo, no último dia 18, durante a Operação Patmos, deflagrada a partir das delações da JBS. O escritório é de Lima Filho, amigo de longa data de Temer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário