JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHO

www.eugeniofreitas.com - JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHOwww.blogeugeniofreitas.blogspot.com.br

sexta-feira, 2 de junho de 2017

SESED debate segurança pública dos municípios com a FEMURN


A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte (SESED) debateu ontem, 01, com a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – projetos para segurança pública dos municípios. As ações fazem parte do Planejamento Estratégico de Segurança Pública dos próximos quatro anos, elaborado pela SESED, e foi apresentado pela secretária Sheila Freiras e equipe da Secretaria ao Presidente da Federação, Benes Leocádio.

Os prefeitos de Lagoa de Pedras e presidente da Associação dos Municípios do Litoral Agreste (Amlap), Raniere Amâncio, e de Extremoz, Joaz Oliveira, também participaram da reunião, realizada no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), em Natal.

O encontro reforça a campanha da FEMURN contra a onda de violência nas cidades potiguares. No mês de abril, a Federação já havia se reunido com a SESED solicitando mais segurança para os municípios do RN. No encontro de hoje, a Secretaria debateu um plano de ações que os municípios poderão aderir, contribuindo com a segurança pública.

Durante a reunião, o Presidente da FEMURN sugeriu a participação de outros poderes na elaboração de propostas para a segurança pública do Estado, unindo esforços: “A participação efetiva do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas e de Justiça e Ministério Público é essencial para, juntos, montarmos um pacto pela segurança pública para os nossos municípios, diminuindo barreiras e firmando compromissos, aprimorando as ações já elaboradas pela SESED e assim podermos dar aos nossos cidadãos a merecida e necessária segurança”, afirmou Benes.

Para o Prefeito de Lagoa de Pedras e presidente da Amlap, Raniere Amâncio, a presença de policiais nas ruas é um fator determinante contra o aumento da criminalidade, mas ele lembra as dificuldades enfrentadas pelos gestores municipais para contar com o aumento de efetivo: “Hoje, o número de policiais é pouco, e o Tribunal de Contas do Estado não permite que os prefeitos paguem diárias aos policiais que estão de folga para trabalhar, garantindo mais segurança. Além disso, os custos para criação e manutenção de guardas municipais são altos, principalmente neste momento de crise. Somente a união de todos os atores estaduais pode garantir avanços que proporcionem melhorias na segurança pública”, afirmou.

As ações sugeridas pelo Presidente da FEMURN foram acatadas pela Secretária Sheila Freitas. A SESED deverá reunir, nas próximas semanas, representantes dos poderes estaduais para discutir o tema e avançar nas proposições de segurança dos municípios. Segundo Benes, as soluções para a insegurança no estado são urgentes: “Ninguém aguenta mais tanta insegurança. É indigno que as pessoas do nosso Estado convivam com tantos assaltos, crimes e isso seja uma realidade. A FEMURN dará todo apoio à Secretaria e está disposta a trabalhar no que for preciso, montando ações e obtendo resultados contra a falta de segurança nos nossos municípios”, afirmou.

ASSESSORIA DE IMPRENSA FEMURN

Nenhum comentário:

Postar um comentário