segunda-feira, 10 de julho de 2017

Após seis horas de reunião, Temer acredita na maioria na CCJ

O Globo
Na véspera da apresentação do relatório do deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara sobre a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, o governo fez uma reunião de quase seis horas. Neste domingo no Palácio do Alvorada, o presidente, advogados, ministros e líderes do Congresso telefonaram para os deputados da CCJ e se disseram confiantes da votação na comissão.
Um auxiliar de Temer disse que, independentemente da posição de Zveiter no relatório — que pode ser favorável ou contrário à admissibilidade da denúncia —, o governo acredita ter votos suficientes no colegiado. Nesse cenário, se o relatório for desfavorável a Temer, os deputados governistas teriam condições de derrubá-lo.
Apesar disso, há o entendimento de que o relatório tem grande potencial de “contaminar” a CCJ. Por isso, ainda não há um mapa de votos consolidado. Na reunião deste domingo, falava-se em cerca de 40 dos 66 votos para o governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário