sexta-feira, 7 de julho de 2017

CALOURA DA UFERSA ENTRA EM COMA ALCÓOLICO APÓS TROTE DE VETERANOS EM MOSSORÓ, TRÊS ALUNOS FORAM PRESOS


PASSANDO NA HORA
O trote acadêmico pode ser conceituado em um "ritual de aceitação". Infelizmente,essa prática são de grande maioria violenta e constrangedora.
Essas atividade que tem levado calouros, novatos, a sentirem medo de ingressarem nas universidades levou a prisão três estudantes da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), na tarde desta quinta feira 06 de julho de 2017 em Mossoró no Rio Grande do Norte.
A ocorrência teve início na Unidade de Pronto Atendimento - UPA do Alto de São Manoel, quando a estudante que é menor de idade deu entrada naquela Unidade de Saúde em coma alcoólico.
Desconfiada a assistente social avisou a polícia através do 190, e a ROCAM foi até o local e conduziu três estudantes que levaram a jovem até a 1° Delegacia no Alto de São Manoel.
Eles foram identificados como: Josiellerson Giordano Ferreira da Silva, Mateus Freire Bezerra, e Alef Vinicius Almeida Rebouças.
Na delegacia os estudantes informaram a autoridade policial, que a aluna não foi constrangida,e que ela juntamente com outros calouros participaram do trote por livre e espontânea vontade, e que não sabiam informar quem teria dado diretamente o litro de cachaça e determinado que a caloura o ingerisse.
Os estudantes foram conduzidos para a 1° Delegacia de Polícia e apresentados ao Delegado José Vieira de Castro e foram autuados no Art. 243. Vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica.
Após pagar fiança de um salário mínimo os estudantes foram liberados. Até o fechamento dessa matéria não tivemos informações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário