JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHO

www.eugeniofreitas.com - JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHOwww.blogeugeniofreitas.blogspot.com.br

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

SÃO FRANCISCO DO OESTE/RN: TEXTO VENCEDOR DO CONCURSO "JOVEM SENADOR", DE AUTORIA DO ESTUDANTE JOEL FREITAS, DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

Atualmente, a falta de diálogo e respeito à pluralidade de ideias entre brasileiros afeta diretamente nosso processo de crescimento crítico e tolerante em relação à política. Somos náufragos nesse país democrático sendo afagados por toda intolerância que nos cerca.
Vinte anos após a queda do muro de Berlim, o mundo se dividiu entre socialismo, capitalismo, direita e esquerda. A internet deu voz a todas as pessoas que passaram a acreditar que tendo uma opinião é importante expressá-la. De modo a exercer cidadania.
Vivemos hoje uma assustadora crise ética em nosso país e não sabemos como transformar o imoral jeito brasileiro em um posicionamento ético e respeitoso em relação à falta de tolerância política em cada filho dessa nação. O artigo primeiro dos princípios fundamentais da Constituição Brasileira tem como direito o pluralismo político. Logo quando não aceitamos o pensamento contrário estamos rasgando o leito de nossa constituição, revelando que o mundo está em crescente evolução e o ser humano retrocedendo em não compreender direitos básicos como liberdade de pensamento, seja ele político ou não.

É necessário transformar a falta de aceitação entre diferentes posicionamentos políticos até mesmo como uma espécie de crime. Campanhas apenas não resolverão, pois a intolerância já foi plantada no homem e dificilmente desaparecerá. Sendo assim, a raiz do problema está na dificuldade em aceitar aquilo que é diferente. Só matando nosso próprio Narciso para enxergarmos que não só nosso pensamento é o certo, pois ninguém está totalmente errado.

Joel Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário