Prefeito de Apodi vai demitir


Com o objetivo de reduzir as despesas da Prefeitura de Apodi com folha salarial, o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) expediu recomendação definindo uma série de medidas a serem tomadas pelo prefeito Alan Jefferson da Silveira Pinto.
De acordo com o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE/RN), a cidade integra uma lista de 29 localidades que se encontram acima do limite prudencial, com 51,3% da receita comprometida com pessoal.
Pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), nesse patamar a Prefeitura já está proibida de realizar novas despesas com pessoal, seja por meio de concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração; criação de cargo, emprego ou função; alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa; admissão ou contratação de pessoal a qualquer título; e contratação de hora extra de trabalho.

* Robson Pires

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boas chuvas criam expectativa de 4ª sangria da Santa Cruz, em Apodi, no RN

JOVEM DE MARCELINO VIEIRA, NO RN FOI MORTA PELO MARIDO EM SÃO PAULO

Grave acidente na BR-405 entre Riacho de Santana e José da Penha foi registrado nesta manhã de segunda-feira