OUÇA AQUI RÁDIO COMUNITÁRIA METAMORFOSE FM 104,9 - SÃO FRANCISCO DO OESTE /RN

terça-feira, 26 de março de 2019

Durante fiscalização PRF apreende pistola, animais silvestres e anfetaminas


Durante fiscalizações da Operação Lábaro, a PRF apreendeu na unidade operacional de São José de Mipibu/RN, na madrugada de domingo (24), uma pistola calibre 380, com 19 munições intactas, além de cinco comprimidos de Nobésio Forte, uma anfetamina mais conhecido como “rebite”. Foi preso um homem de 40 anos, condutor de um caminhão M.BENZ/710. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Plantão da Zona Sul, em Natal.
Em mais uma ação de combate a crimes ambientais, a PRF apreendeu, também neste domingo, três pássaros silvestres do tipo caboclinho. Os animais estavam na posse do condutor de um ASX, um homem de 32 anos, morador do distrito de Guanduba, em São Gonçalo do Amarante/RN.
Uma equipe deslocava pela rodovia que liga a BR 304 a BR 406, por volta das 11h10, quando se deparou com o referido veículo. Após a abordagem, as três aves foram encontradas em gaiolas, no porta-malas do carro. Ao ser questionado, o condutor afirmou que criava os animais para entretenimento, mas não possuía autorização de nenhum órgão ambiental para criá-los.

EVENTOS: Riacho de Santana/RN

Baleado na entrada da cidade de Itajá, “Vitinho” dá entrada no hospital de Assú

Um elemento até o momento conhecido apenas por Vitinho, deu entrada no Hospital Regional de Assu na noite desta segunda-feira, 25 de março.

Segundo as informações, são que o elemento é foragido da justiça e teria participado de um assalto na cidade de São Rafael, crime ocorrido na manhã desta segunda.

Vitinho foi socorrido pela equipe do GTO, com ferimento de bala na região da clavícula que transfixou. Informações dão conta que ele não corre risco de vida, ele também é suspeito de ter participado do assalto na cidade de São Rafael, na companhia de outros suspeitos, que estão foragidos da polícia.
O estado de saúde do suspeito não é grave, porém, a equipe medica preferiu transferir a vítima para o Hospital Tarcísio Maia em Mossoró.

Discussão após cavalgada termina com homem lesionado por arma branca em Paraná-RN

Um homem de 53 anos foi ferido com dois golpes de canivete na tarde deste domingo(24), após cavalgada realizada no município de Paraná-RN. O agressor de 63 anos após lesionar, até então, o amigo, fugiu do local e a PM realizou diligencias na tentativa de localizar o suposto acusado. Ambos são residentes no município de José da Penha.
Segundo informações, o caso ocorreu por volta das 16h30, em um pátio nas proximidades da Prefeitura Local. A vítima sofreu dois cortes superficiais após uma discussão por motivos banais. 
Os golpes atingiram o braço direito e no rosto. A vítima foi socorrida para uma unidade de saúde local e em seguida transferido para o Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade em Pau dos Ferros-RN, onde foi liberado após atendimento médico. 


Fonte: Nosso Paraná

Casas lotéricas de Olho D' Água dos Borges e Umarizal foram arrombadas nessa madrugada

Em mais uma ação dos malévolos na região do alto oeste resultou no arrombamento de duas casas lotéricas na madrugada desta segunda-feira(25) foi registrada pela polícia nas cidades de Umarizal e Olho D´água do Borges, interior do Rio Grande do Norte.
No dois casos, os criminosos se utilizaram de ferramentas como marretas e pés-de-cabra, para destruir cadeados e fechadas e ter acesso ao interior dos estabelecimentos. Imagens das ações, ainda não divulgadas, estão sendo analisadas pela polícia. As investigações já estão em andamento.
Na cidade de Umarizal, o crime foi registrado por volta das 04h quando três meliantes em um veículo de cor prata, usando jaquetas com capuzes, dois adentraram na agencia e subtraíram uma pequena quantia em dinheiro e o terceiro larápio ficou aguardando no interior do carro, já na cidade de Olho D’água dos Borges, o proprietário relatou para Polícia que nada foi levado, apenas destruíram os cadeados e danificaram a porta de acesso. 
Apesar de não descartar a ação de uma quadrilha, a polícia não acredita que as mesmas pessoas tenham estado nos dois locais.


Fonte: Robson Pires

Gari da prefeitura de Caraúbas morre após ser atropelado por caminhão da Brasilgás na RN-233


Um Gari de 37 anos morreu na tarde desta segunda-feira (25), após ser atropelado por um caminhão da Brasilgás na RN-233, na altura Estádio de futebol Cleto Fernandes de Oliveira Filho - o “Tetezão”, na cidade de Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte. 
De acordo com a equipe da Polícia Militar, que esteve no local, populares informaram que a vítima identificada como José Elisamar da Silva, de 37 anos, conhecido como “Biá” trafegava pela RN-233, quando tentou o ultrapassar um caminhão.
O motorista entrou na mão contraria onde ia para uma oficina e neste momento batei na moto que caiu e o pneu traseiro passou por cima do motoqueiro deixando fratura exposta no lado esquerdo do peito da vítima.
A vítima que já trabalhou de mototaxista e atualmente estava trabalhando como gari da prefeitura, morreu no local. O corpo da vítima foi levado para o Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva, no entanto, ele já estava sem vida.


Fonte:  Icém Caraúbas

BC bloqueia R$ 23 milhões do coronel Lima e R$ 8,2 mi de Michel Temer

O Banco Central bloqueou R$ 8.239.935,56 do ex-presidente Michel Temer (MDB), investigado na Operação Descontaminação – desdobramento da Lava Jato – por suspeita de liderar um esquema bilionário de propina há mais de 40 anos. O resultado do bloqueio foi enviado ao juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Criminal Federal do Rio, que havia determinado um confisco total de R$ 62.595.537,32.
O montante foi bloqueado de três contas de Michel Temer. Em uma havia R$ 8.234.231,17, em outra, R$ 4.905,31 e na terceira, R$ 799,08.
O Banco Central achou R$ 23.171.938,17 nas contas do coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, de sua mulher Maria Rita Fratezi e de três empresas deles. A quantia bloqueada do coronel Lima é quase três vezes superior ao montante congelado de contas do ex-presidente (R$ 8,2 milhões) e quase 12 vezes mais que o valor encontrado em contas do ex-ministro Moreira Franco (R$ 2,1 milhões).
Na decisão que mandou bloquear valores dos investigados da Descontaminação, Marcelo Bretas relatou que, segundo a Eletronuclear, ‘o valor original do contrato da usina nuclear de Angra 3 era de R$ 162.214.551,43 (março de 2011)’. Foram pagos a Engevix R$ 30.777.701,49, à AF Consult Brasil, R$ 10.859.075,15, e à AF Consult, R$ 13.092.418,24.
“Presentes os pressupostos e as circunstâncias autorizadoras, determino o sequestro/arresto dos bens móveis e imóveis (medidas assecuratórias)”, ordenou Bretas.
O magistrado mandou confiscar R$ 62.595.537,32 de Michel Temer, do escritório Temer Advogados Associados e da empresa Tabapuã Investimentos e Participações – controlada pelo ex-presidente. Na conta do escritório, o BC não encontrou valores. Já na conta da Tabapuá foram bloqueados R$ 491.889,14.
Marcelo Bretas ordenou um total de 40 confiscos de valores que variam entre R$ 2.182.951,00 e R$ 62.595.537,32. O juiz autorizou ‘a Cooperação Internacional para o bloqueio dos valores no exterior, no montante de até R$ 23.901.101,30, mantido em nome de Ana Cristina da Silva Toniolo’, filha do ex-presidente da Eletronuclear, o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva.
ESTADÃO CONTEÚDO

“3 OU 4 MESES”: Governo aposta em Guedes para superar crise e abrir caminho para reforma de previdência

Com os ânimos ainda acirrados por um fim de semana de troca de farpas entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o governo conta com a ajuda do ministro da Economia, Paulo Guedes, para tentar arrefecer a crise com o Congresso e abrir caminho para aprovar a reforma da Previdência . Guedes participa de audiência pública nesta terça-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para falar da proposta.
– A vinda do Paulo Guedes já é algo que a gente espera que dê uma arrefecida (na crise), porque ele vai tirar dúvidas e falar sobre a necessidade da reforma. Ele é um ministro importantíssimo nesse momento por causa da pauta prioritária do governo. Isso tudo faz parte do movimento de aproximação do Executivo, mostrando a disposição de interagir junto do Legislativo – disse o líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo.
A tarefa do chefe da pasta da Economia, no entanto, não será fácil. A segunda-feira começou com o próprio presidente, que reuniu ministros palacianos e Guedes, fazendo um esforço de aproximação com o Congresso. Mas, mesmo depois do apelo do Planalto – especialmente dos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Carlos Alberto Santos Cruz (Secretaria de Governo) – para que houvesse trégua, os perfis bolsonaristas nas redes sociais, influenciados pelo vereador Carlos Bolsonaro, continuaram a fazer postagens com ataques a Rodrigo Maia. A atitude irritou até mesmo a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), que tem tentado intermediar um acordo de paz.
Apoio com ressalvas
Nesta terça-feira, os líderes dos partidos DEM, MDB, PSD, PP, PR e PRB farão uma declaração de apoio à reforma da Previdência. Essas legendas, no entanto, deixarão claro que não apoiarão mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) – concedido a idosos e deficientes da baixa renda – e nas regras de aposentadoria dos trabalhadores rurais. O PR defende ainda uma flexibilização nas normas para os professores, reduzindo a idade mínima de aposentadoria, proposta no texto, de 60 anos para 55 anos. O ato também representa um sinal de apoio a Maia.
O presidente da Câmara não comentou mais o assunto, mas também fez movimentações. Almoçou com a cúpula do DEM, incluindo o presidente do Senado, David Alcolumbre, e Lorenzoni.
Durante o encontro, o chefe da Casa Civil ouviu a contrariedade do DEM em relação às postagens nas redes sociais. Onyx também ouviu críticas direcionadas a Vitor Hugo. No domingo, após reunião com Bolsonaro para tratar da tramitação da reforma da Previdência, o líder defendeu “a nova política” e disse que Bolsonaro está convicto de suas atitudes. Ele citou Maia em grupos de mensagens como se o presidente da Câmara estivesse associado a uma “velha política”, na qual votos são trocados por cargos. Os caciques do DEM reforçaram ainda ao ministro que é preciso criar um ambiente político positivo para a aprovação da reforma.
O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou, no fim do dia, que, se a proposta de reforma da Previdência não for aprovada, o Brasil vai mergulhar “em um buraco sem fundo”:
– Nós temos duas opções: aprovar a proposta a Previdência ou mergulharmos em um buraco sem fundo.
Ainda conforme o porta-voz, o presidente está disposto e aberto à interlocução com todos os congressistas. Sobre a relação tumultuada com o presidente da Câmara, ele brincou com a origem militar de Bolsonaro:
– Embora o presidente não tenha sido boina azul, ele tem como lema “tudo pela paz”.
Resolvida em 3 ou 4 meses
Também em tom otimista, Guedes disse nesta segunda acreditar que as lideranças políticas vão “superar problemas de comunicação” que afetam a proposta. Segundo ele, a reforma pode ser “resolvida” na Câmara em três ou quatro meses.
– As principais lideranças políticas vão superar eventuais problemas de comunicação. É natural com todo mundo. O presidente que está chegando falar: “não quero dançar de rosto colado”. Mas o par que está com ele tem que dizer: “tudo bem, mas temos que dançar junto”. Nós vamos ter que conversar sobre isso – disse Guedes em evento com prefeitos.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, por sua vez, afirmou que Bolsonaro e Maia “exageraram” em seus embates públicos nos últimos dias . Mas ressaltou que considera o assunto “matéria superada” e disse que não vê risco para a votação da reforma:
– O presidente Rodrigo Maia e o presidente da República, nesse episódio, acho que exageraram, tanto de um lado quanto do outro. Mas eu entendo que é natural da política. Política é debate, diálogo e entendimento. Busco no Senado estabelecer diálogo, harmonia, e espero poder contribuir com meu papel institucional.
O GLOBO

PSL se divide e vira obstáculo à articulação do governo

Formado por políticos novatos que conseguiram seus mandatos graças à popularidade de Jair Bolsonaro , o PSL tornou-se um dos principais obstáculos ao trabalho de articulação política do governo no Congresso. Sem hierarquia ou uma orientação definida, os deputados atuam como “ilhas”, que se posicionam politicamente nas redes sociais sem unidade de pensamento — ora contra, ora a favor dos interesses do Palácio do Planalto. Para tentar harmonizar a atuação de seus quadros, o PSL fará uma reunião na manhã de hoje.
A conversa, dizem integrantes da sigla, deve ser marcada por atritos. A desorganização no partido é agravada pela falta de atenção de seu líder maior. Ao privilegiar o DEM do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Bolsonaro acabou deixando seus correligionários distantes do poder que, imaginavam, passariam a desfrutar.
A falta de cargos importantes e de acesso ao Planalto vem provocando rebeliões que contribuíram para alimentar a crise política envolvendo Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O súbito crescimento da legenda na última eleição acarretou R$ 110 milhões de fundo partidário, uma bancada de 55 deputados e cinco senadores, mas nenhum rumo capaz de unir o PSL.
— O PSL é um partido que tinha um deputado e agora tem 55, na sua maioria novos, que pensam diferente. É engraçado o governo querer contar com o PSL, sendo que, na transição, o partido do governo foi o DEM, que tem ministro da Casa Civil, da Agricultura, tem tudo o que quer — diz Alexandre Frota (PSL-SP).
Segundo ele, no governo de transição, enquanto o DEM tinha tratamento privilegiado, no PSL, “era difícil até arrumar um crachá”.
— Quem apanha não esquece — afirmou Frota. — Não está no direito de se negociar (cargos)? Cada um está livre para fazer o que quiser. Falta comunicação, faltam articuladores, muita gente não está satisfeita como a reforma (da Previdência) foi tratada pelo governo.
No PSL, alguns criticam a intransigência na maneira do governo articular com o Congresso, outros são fiéis a todas as ações do presidente, e um terceiro grupo tem críticas à reforma da Previdência. Entre os últimos, uma ala liberal acredita que ela é parcimoniosa demais com militares, e outra corporativista quer uma lei mais branda com policiais.
— O governo não tem base. Eu sou apenas o líder do PSL. No governo, tem pessoas com o papel de fazer o diálogo com o Parlamento. Elas estão desempenhando bem essa função? É o líder do PSL que tem que ficar colocando panos quentes? — questiona Delegado Waldir (GO).
O GLOBO

Para Carlos Bolsonaro, presidente sem internet é presidente sem ‘povo’

Enquanto o presidente da Câmara Rodrigo Maia, empresários, assessores e ministros dizem que Jair Bolsonaro deve dedicar menos tempo ao Twitter e mais tempo à articulação da reforma da Previdência com o Congresso, o “pitbull” Carlos Bolsonaro foi justamente à rede social defender que o pai deve continuar se comunicando com seu eleitorado pela internet. Na visão do vereador e polemista, quem sugere que Bolsonaro diminua a intensidade nas redes sociais na verdade quer o presidente desconectado do “povo”. “Foi isso (a comunicação via internet) que garantiu sua eleição, inclusive. Em outras palavras, o querem fraco e sem apoio popular pois assim conseguiriam chantageá-lo”, escreveu Carlos.
BG

Desembargador que soltou Temer já foi acusado de formação de quadrilha!


O desembargador federal Antonio Ivan Athié ficou afastado do cargo durante sete anos, após ser acusado de crimes pelo STF

Autor da decisão que mandou soltar o ex-presidente Michel Temer nesta segunda-feira (25), o juiz federal Ivan Athié, da Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, chegou a ser alvo de uma ação penal, acusado de ter cometido os crimes de formação de quadrilha e estelionato, quando juiz no Espírito Santo.

Em 2013, o STF (Supremo Tribunal Federal) determinou o trancamento da ação no STJ (Superior Tribunal de Justiça) por entender que o objeto era o mesmo de um inquérito contra o juiz que já havia sido arquivado em 2008.
                                                  
O arquivamento ocorreu a pedido do MPF (Ministério Público Federal), que concluiu que não havia provas que pudessem incriminá-lo. A suspeita era de que Athié pudesse ter proferido duas sentenças, em conluio com um grupo de advogados, para autorizar o levantamento de grandes quantias.

O magistrado foi alvo de quebras de sigilo fiscal, bancário e telefônico. Em função deste inquérito, ficou sete anos afastado do cargo, sendo reencaminhado por decisão do STJ de 2011.

Ele já havia votado em 2017 pela liberação de Othon Silva, ex-presidente da Eletronuclear.

Segundo o Ministério Público, Othon e a estatal estariam envolvidos no suposto esquema de propina que resultou na prisão de Michel Temer na semana passada.

Em fevereiro de 2017, Othon estava preso preventivamente, acusado de ter recebido propina na construção da usina nuclear de Angra 3, assim como Temer foi acusado na última semana.

De acordo com o Ministério Público Federal, o ex-presidente foi responsável pela indicação de Othon para a presidência da estatal, com o objetivo de garantir vantagens indevidas.

Na sessão em que votou pela liberação de Othon, Athié disse, segundo o jornal O Globo, que os pagamentos de propina podem ser apenas "gorjeta".

"Nós temos que começar a rever essas investigações. Agora, tudo é propina. Será que não é hora de admitirmos que parte desse dinheiro foi apenas uma gratificação, uma gorjeta? (...) Essas investigações estão criminalizando a vida", afirmou.

gauchazh.clicrbs.com.br

Edital do Enem 2019 é divulgado; taxa de inscrição é de R$ 85!


Inscrições vão do dia 6 a 17 de maio. Prova do exame será aplicadas em dois domingos diferente: 3 e 10 de novembro.

O edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foi divulgado nesta segunda-feira, 25, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. A publicação está disponível no Diário Oficial e no novo hotsite da prova.

O exame será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. Conforme comunicado anteriormente, as inscrições deverão ser feitas de 6 a 17 de maio.

Neste ano, a taxa a ser paga será de R$ 85. Na edição de 2018, era de R$ 82. Ela deverá ser quitada entre os dias 6 e 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios.


G1

segunda-feira, 25 de março de 2019

POPULAR DA CIDADE DE VENHA VER-RN MORREU AFOGADO NESTE DOMINGO, EM AÇUDE NO MUNICÍPIO DO ENCANTO-RN



Um Popular identificado Por Nivaldo Paulo da Silva, 40 Anos, natural de Icó, no Ceará morreu afogado em um açude no município do Encanto, no Alto Oeste Potiguar.
O Caso aconteceu neste Domingo, dia 24 de Março de 2019.
Segundo informações, a vítima residia atualmente na cidade de Encanto-RN.

Por Márcio Melo

GTO do 7º BPM prende jovem portando droga durante abordagem em Pau dos Ferros-RN


Na manhã deste domingo(24) durante a operação “Pau dos Ferros Segura” com barreiras e abordagens  que vem sendo realizada nas principais vias de acesso, um jovem pauferrense de 23 anos foi flagrado portando uma certa quantidade de substancia entorpecente parecendo ser a cannabis sativa, a popularmente conhecida como  "MACONHA".
O jovem que reside em Francisco Dantas,  foi encaminhado para Delegacia de Polícia civil  para as medidas cabíveis.

* Nosso Paraná

Vaqueiro morre em Vaquejada em Upanema-RN

Resultado de imagem para Vaqueiro morre em Vaquejada em Upanema

Uma tragédia abalou neste domingo (24), o mundo da vaquejada.
O jovem vaqueiro de nome Felipe Nogueira morreu provavelmente vítima de um infarto quando praticava o esporte na região de Miranda, área rural de Upanema.
Felipe Nogueira é natural de Governador Dix-Sept Rosado.

* Assis Silva via João Marcolino.

Procurado por assassinato em Assu é preso vendendo verduras em Caicó

DELVAN E VALDINO foram conduzidos ao Sistema Prisional, o primeiro para responder por homicídio em Assu e o segundo para ser julgado por assalto em Jucurutu

A Polícia Civil prendeu nas primeiras horas da manhã deste domingo, 24, o vendedor ambulante Delvan da Fonseca Borges, que é procurado em Assu pelo assassinato de Francisco Firmino Filho, ocorrido em 2017, vendendo verduras na feira livre de Caicó.

Delvan, como é mais conhecido, estava trabalhando na feira livre na companhia do irmão, José Valdilon da Fonseca Borges, também com prisão preventiva decretada. Neste caso, por assalto no município de Jucurutu.

Valdilon tentou correr, mas foi alcançado e preso. Após ouvidos, os dois foram encaminhados ao sistema prisional do Rio Grande do Norte, Delvan para responder pelo homicídio e o irmão Valdilon por assalto.

As prisões foram efetuadas pela equipe de plantão da Delegacia de Polícia Civil de Caicó, após receberem informações anônimas via o WhatsApp 84 9 8602 0324. Outro meio para denunciar fugitivos é 181.

A Polícia Civil agradece o apoio da população, enaltece o trabalho realizado pelos policiais plantonistas que bravamente participaram da missão e solicita colaboração por meio de denúncias anônimas, que tirou dois fugitivos de justiça de circulação.(Mossorohoje).

Bandidos trocam tiros com policiais do GTO próximo a Itajá após roubarem malote

Criminosos armados num carro de cor branca, roubaram um malote de frente ao Banco do Brasil, na Avenida Luiz Gonzaga, na manhã desta segunda-feira, 25 de Março de 2019, na cidade de Ipanguaçu, no Vale do Açu.

O gerente de um posto de gasolina da cidade, foi vítima da ação dos criminosos que lhe renderam e roubaram o malote, provavelmente contendo dinheiro.

Os bandidos fugiram em alta velocidade pela RN-118 com destino ao trevo da cidade de Itajá, na BR-304. Uma equipe do Grupamento Tático Operacional - GTO, estava nas imediações e foi até o encontro dos bandidos.

Houve um confronto entre bandidos e policiais. A informação extraoficial aponta que os bandidos abandonaram o carro nas proximidades de Itajá, na calha de passagem de água.

Viaturas da Polícia Militar realiza diligência nas imediações para encontrar os criminosos que estão dentro do mato. Qualquer informação acionar a PM através do  190.(JalisonFerreira).

domingo, 24 de março de 2019

Fiscalização do NPRE na RN-016 entre Assu e Carnaubais apreende 23 motocicletas irregulares

Dando continuidade aos trabalhos de fiscalização do Núcleo de Policiamento Rodoviário Estadual - NPRE, sob o comando do Tenente Madeiro, realizando um trabalho de fiscalização na RN-016 entre as cidades de Assu e Carnaubais.
Segundo o comandante, o trabalho visa retirar de circulação veículos irregulares, com cano sport, com licenciamento em atraso, sem capacete, conduzida por menores de idade entre outros atos de irregularidades.
A ação ocorreu na tarde deste sábado (23/03), obtendo os seguintes resultados: 23 remoções ao pátio do DETRAN; 38 Autos de Infração confeccionados; Observações: dos veículos removidos, 02 possuíam descarga livre e 06 não tinha placas.
Durante a ação os policiais flagraram dois adolescentes um com 15 e o outro de apenas 13 anos pilotando uma motocicleta.

Após atritos, Maia exclui pacote anticrime de Moro de sua agenda na Câmara

Envolvido em um conflito com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em torno do encaminhamento da reforma da Previdência no Congresso, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), deu a entender neste sábado (23) que o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, está fora da agenda e não terá vez na pauta da Casa tão cedo. Moro enviou seu pacote para ser apreciado pelos deputados federais em fevereiro, antes do projeto de reforma da Previdência, e contava com celeridade no andamento da matéria.
“A minha agenda é a reforma da Previdência”, afirmou ontem o presidente da Câmara após almoço com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).
“Depois da Previdência, a nossa agenda é a reforma tributária e a repactuação do Estado brasileiro. É isso que queremos fazer. De que forma o governo vai ou não participar não é um problema meu, é um problema do Executivo”, disse Maia, sem elencar o projeto anticrime de Moro. “Esse é o grande objetivo de todos no Brasil, organizar as contas do Estado brasileiro.”
Moro estava insatisfeito após Maia mandar o projeto anticrime para análise em um colegiado de deputados com prazo de 90 dias para a conclusão dos trabalhos, renováveis por mais 90.
No entanto, apesar do congelamento temporário da tramitação, o presidente da Câmara acenava com a possibilidade de colocá-lo na sua lista de prioridades assim que a reforma da Previdência fosse votada, dizendo que o projeto era importante para o país. Agora, pelo que indica Maia, a tendência é que a matéria seja esquecida por ora.
Um projeto de reforma tributária, citada pelo presidente da Câmara como sua segunda prioridade após a Previdência, sequer foi apresentado pelo governo federal. Existem propostas antigas, de legislaturas anteriores, abandonadas na Câmara. Na condição de presidente da Casa, é Maia quem decide o que vai ser pautado e votado pelos deputados federais.

UOL

Anatel inicia bloqueio de celulares irregulares no RN e mais 14 estados

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está realizando hoje (24), em 15 estados, o bloqueio de telefones celulares sem certificação. Vão deixar de funcionar os aparelhos que não têm o selo de certificação da agência, que garante a compatibilidade com as redes de telefonia no Brasil.
Estão sendo bloqueados aparelhos irregulares em São Paulo e Minas Gerias, nos nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe); e em quatro estados da Região Norte (Amapá, Amazonas, Pará e Roraima).
O bloqueio nesses estados é a última fase do cronograma do Projeto Celular Legal, iniciado em setembro. A Anatel enviou 531 mil mensagens de aviso de desligamento a celulares irregulares.
Até o momento, foram bloqueados mais de 244 mil celulares em todo o país. O estado com mais celulares desligados é Goiás: 85,9 mil, conforme planilha da Anatel.
O selo da Anatel é colado atrás da bateria do aparelho ou no manual do telefone.
Segundo a agência, “o celular sem certificação não passou pelos testes necessários” e “pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio”.
Além da segurança dos usuários, a Anatel assinala que o bloqueio reduz o número de roubos e furtos de celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho), que é único e global.

Agência Brasil

Bolsonaro recebe líder do governo na Câmara para tratar de ‘aproximação’

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu na manhã deste domingo (24) o líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo (PSL-GO), para tratar sobre as articulações com a Casa para a tramitação da reforma da Previdência.
O major disse que não tratou sobre um possível encontro entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas falou em aproximação. “A semana passada foi uma semana muito tensa e agora a gente vai caminhar para uma aproximação”, disse.
O encontro, no Palácio do Alvorada, durou menos de uma hora. Não estava previsto na agenda oficial do presidente.
“Tratamos sobre articulação política, sobre a próxima semana, sobre como retomar os trabalhos pra aprovação da nova Previdência questão do votos na CCJ [Comissão de Constituição e Justiça], articulação a respeito do trabalho do Felipe Francischini [presidente da CCJ], Onyx [Lorenzoni, ministro da Casa Civil]”.
Maia tem criticado fortemente a postura do presidente e aliados com relação à tramitação da reforma da Previdência, colocando -se fora do centro da articulação para a aprovação do texto. Em meio a bate boca público, Bolsonaro disse, ainda no Chile, que a reforma é assunto do Congresso.
Parlamentares e legendas tem reforçado apoio às declarações de Maia. O presidente do PRB, Marcos Pereira, disse que Bolsonaro parece não querer aprovar a reforma.
“Bolsonaro sempre votou contra todas as propostas de reforma durante 28 anos como deputado, durante sua campanha criticou a reforma da Previdência, disse na quinta que não concorda com ela, e agora joga a responsabilidade para o parlamento. Ele parece não querer aprovar a reforma”, escreveu Pereira, primeiro vice-presidente da Câmara.
O deputado Cacá Leão (PP-BA) disse que o governo precisa descer do palanque. “A responsabilidade de aprovar a reforma da Previdência é do presidente da República! O governo precisa descer do palanque é discutir com os parlamentares os ajustes”.
Partidos com o DEM e o PSD divulgaram nota sobre a crise.
“A implementação de regras duras e necessárias que cortem privilégios dependem de posturas corajosas e de defesas enfáticas. O mundo real é assim. O virtual aceita ataques que só geram ódio, não o desenvolvimento”, diz nota do DEM.
A nota assinada pela bancada do PSD na Câmara argumenta que as agressões que Maia tem recebido nas redes sociais de apoiadores de Bolsonaro atingem não só o presidente da Casa mas também buscam erodir o Poder Legislativo.
“Tais ataques, movidos por interesses não confessáveis e agentes manipulados, tentam amesquinhar o debate democrático”, diz a nota da bancada, que reúne 34 deputados.
“A nossa pronta e contundente repulsa a esses ataques é, também, um alerta contra os maléficos desígnios dos que hoje agridem reputações e amanhã, se permitirmos, avançarão contra as instituições”.

Folhapress