terça-feira, 5 de junho de 2018

Juiz determina bloqueio de salários do prefeito e secretários de Macau

Por interino
Em decorrência do julgamento de uma ação trabalhista movida por um funcionário contratado, o juiz da Vara do Trabalho da Comarca de Macau, Higor Marcelino Sanches, em decisão tomada nesta terça-feira(05), determinou o bloqueio do salário do prefeito e de todos os secretários do Município até o montante de R$ 400 mil.
Segundo o juiz, fora o caso julgado, mais de 30 trabalhadores também ingressaram com ações trabalhistas solicitando o pagamento de salários atrasados.  O magistrado determinou ainda que, para não haver prejuízo no atendimento das necessidades básicas da cidade, o boqueio de R$ 400 mil deve ser feito do salário do prefeito e de todos os secretários “até que a situação se normalize em relação ao pagamento dos contratos de prestação de serviço”.
A Prefeitura admite que existe atraso no pagamento de contratados temporariamente e culpa dívidas herdadas de administrações anteriores. O Município ainda informa que já preparou um planejamento financeiro para ser apresentado à Justiça.
Com a decisão, que cabe recurso, o Banco do Brasil está impedido de pagar os salários do prefeito e dos secretários de Macau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário