quarta-feira, 6 de junho de 2018

Monteiro defende política de preços da Petrobras em carta a empregados

Foto: Alan Santos/PR
Nomeado há cinco dias, o novo presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, enviou hoje (6) carta aos empregados da empresa. Nela, agradece ao trabalho do antecessor Pedro Parente, defende a política de preços da estatal e se compromete em continuar com a recuperação da empresa. Também diz saber da responsabilidade e da necessidade de buscar uma solução causada pela crise dos combustíveis.
“Temos que agir para mostrar à sociedade brasileira que sabemos da nossa responsabilidade em contribuir para uma solução para a grave crise que o país viveu com a greve dos caminhoneiros, ao mesmo tempo em que mantemos a nossa capacidade de investir, de crescer e de continuar construindo o futuro da Petrobras”, afirma na carta.
Em meio às polêmicas causadas pela política de preços adotada pela empresa, Monteiro foi categórico na defesa. “A capacidade de estabelecer nossos preços como um reflexo das variações do preço do petróleo, sem perdas para companhia, e competir de igual para igual neste mercado são condições essenciais para que a Petrobras seja capaz de cumprir seu papel de empresa que gera riqueza e desenvolvimento. Não vejo nenhuma contradição entre esses objetivos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário