quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Em reunião com presidente do Depen, Governadora destaca ações de segurança pública

   Fotos: Elisa Elsie

A Governadora Fátima Bezerra recebeu, em audiência, o Diretor-Geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Fábio Bordignon, e o Diretor de Políticas do Depen, Sandro Abel, nesta quinta-feira, 31, para dialogar sobre o sistema penitenciário do Estado e segurança pública. A reunião foi realizada na sede da Governadoria, Centro Administrativo do Estado.
Acompanhada do vice- governador, Antenor Roberto, e dos Secretários da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, de Infraestrutura, Gustavo Coelho e do titular da Segurança Pública, Coronel Araújo, a Governadora elencou ações que o governo vem fazendo para melhorar o sistema prisional do estado, como a criação da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).”Conseguimos fazer uma reestruturação no governo e criamos, sem gerar custos para o estado, essa secretaria”, disse.
A chefe do Executivo estadual destacou ainda as ações que vêm sendo feitas através do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). “Se formos ao Ciosp saberemos onde estão todos os presos”, falou Fátima. Na oportunidade, ela também ressaltou a nomeação de 122 agentes penitenciários em seu governo e os investimentos em aparelhamento para o setor. No último dia 18 foram entregues armamentos e equipamentos para o sistema penitenciário, um investimento de mais de R$ 3,8 milhões.
A reunião foi parte da vinda dos membros do Depen ao estado, que visitaram, na parte da manhã de hoje, as novas instalações do presídio Rogério Coutinho, em Alcaçuz.
 Assecom-RN

Fátima afirma empenho para melhorar infraestrutura na zona norte de Natal

   Fotos: Elisa Elsie

Convidada para a inauguração da primeira fase da expansão do Partage Shopping na zona norte de Natal, a governadora Fátima Bezerra disse nesta quinta-feira, 31, que "o principal desafio hoje é gerar empregos. Este investimento é um passo importante para o crescimento econômico da querida zona norte, importante área de Natal que equivale ao segundo maior município do RN, a cidade de Mossoró". Fátima parabenizou a empresa pelo investimento e disse que a administração estadual está fazendo estudos para instalar no local uma representação do Sistema Nacional de Empregos - Sine para atender os moradores da região que representam 40% da população da capital.
Acompanhada da secretária adjunto da Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social, Josiane Bezerra Mendes, da subsecretária do Trabalho, Carla Veruska, do secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico do Estado, Sílvio Torquato, a governadora percorreu o shopping, as áreas em ampliação e conversou com lojistas, vendedores e populares. A vereadora em Natal, Divaneide Basílio e a deputada estadual Eudiane Macedo também acompanharam Fátima Bezerra que informou aos interlocutores as ações do governo como a instalação e inauguração, nesta terça-feira, do novo quartel do Corpo de Bombeiros Militar, no distrito industrial de São Gonçalo do Amarante e que vai atender também toda a zona norte.
PRÓ-TRANSPORTE
Outros investimentos estão sendo feitos pelo Governo, "como o Pró-Transporte, obra viária que vem desde 2006 e que em nossa gestão fizemos um grande esforço e investimos mais de R$ 700 mil para concluir a rotatória do Rio Doce", registrou. Ela também explicou que "temos que fazer mais e estamos empenhados em concluir o Pró-Transporte, inclusive com a ligação à BR 304, o que vai melhorar muito a mobilidade em toda a zona norte e na região metropolitana".
PROEDI
A governadora também se referiu ao Proedi como um programa moderno e eficiente para alavancar o desenvolvimento econômico com geração de empregos. "O Proedi coloca o RN em nível de competitividade com todos os estados do Nordeste. O antigo Proadi não servia mais. Com ele nosso Estado perdeu 23 mil empregos e várias empresas foram para outros Estados. Então, o que fizemos foi corrigir o que não estava dando certo, para trazer investimentos, empregos e cidadania para o nosso povo".
Adriano Capobianco, diretor comercial do grupo Partage Shopping informou que a ampliação do shopping vai diversificar os serviços e agregar novos núcleos como as áreas de saúde - clínicas médicas e laboratórios - serviços e a área educacional com a instalação de uma escola e uma universidade, além de disponibilizar estacionamentos cobertos. "Vamos dar mais comodidade e conforto aos 750 mil visitantes e 150 mil veículos que circulam todo mês no shopping", pontuou.
A ampliação do shopping será realizada em três etapas, com investimento total de R$ 185 milhões. Após a conclusão, em 2022, o Partage Norte Shopping Natal praticamente duplicará sua área destinada a locação, passando de 28 mil m² para mais de 45 mil m², com acréscimo de 116 lojas, sendo quatro novas âncoras, três megalojas, dois restaurantes e dez fast foods.
 Assecom-RN

HOMEM É ENCONTRADO MORTO COM TIRO NO ROSTO NA ZONA RURAL DE TENENTE ANANIAS, NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE


Raimundo Thelsânio Fernandes, natural de Luís Gomes foi encontrado morto no início da tarde desta quarta-feira(30) em uma estrada carroçável do Sítio Cachoeira, na zona rural de Tenente Ananias/RN.
O corpo foi encontrado por populares que passavam no local e informaram a Polícia de Tenente Ananias/RN.
De acordo com informações, um único disparo frontal de arma de calibre 12 atingiu a boca de Tetéu de Marinheiro como era conhecido. A Polícia ainda não tem informações sobre a autoria e nem os motivos, já que a vítima tem passagens pela Polícia por crime de homicídio e embriaguez ao volante em Major Sales-RN(AQUI), tentativa de homicídio em Uiraúna e uso de documentos falso em Cajazeiras/PB.

* Nosso Paraná

Governo autoriza a Caixa a reajustar preço das apostas das loterias; veja novos valores, com Mega-Sena em R$ 4,50

Foto: Marcelo Brandt/G1
O Ministério da Economia autorizou a Caixa Econômica Federal a aumentar os preços das apostas das loterias no país. A Mega-Sena, que hoje custa R$ 3,50, passará a R$ 4,50, um aumento de 28,6%. O banco deverá definir a data em que os novos valores entram em vigor.
A portaria que autoriza o aumento foi publicada nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial, e foi elaborada pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do ministério.
A última atualização no preço da aposta da Mega-Sena ocorreu em 2015, quando passou de R$ 2,50 para R$ 3,50.
Veja abaixo os novos valores:
Dupla-Sena: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 2,00 para R$ 2,50
Loteca: a aposta múltipla mínima obrigatória passa de R$ 2,00 para R$ 3,00
Loteria Federal: a portaria não faz menção se haverá mudança
Lotofácil: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 2,00 para R$ 2,50
Lotogol: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 1,00 para R$ 1,50
Lotomania: a aposta única passa de R$ 1,50 para R$ 2,50
Mega-Sena: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 3,50 para R$ 4,50
Quina: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 1,50 para R$ 2,00
Timemania: a aposta única passa de R$2,00 para R$ 3,00
O aumento deverá entrar em vigor num domingo ou feriado nacional, após pelo menos 3 dias de propaganda em rádio, TV, jornais e revistas e internet.
A portaria também autoriza a Caixa a, a partir de 2020, fazer reajustes sem necessidade de autorização do governo desde que o percentual seja inferior ou igual à inflação acumulada nos 12 meses desde o aumento anterior. Para reajuste superiores, o banco ainda vai precisar do aval do governo.
Mudança da premiação
De acordo com a portaria, as loterias Lotofácil e Timemania terão os valores de premiação alterados:
Lotofácil
R$ 5,00 para apostas vencedoras com acerto de 11 números
R$ 10,00 para apostas vencedoras com acerto de 12 números
R$ 25,00 para apostas vencedoras com acerto de 13 números

Timemania
R$ 3,00 para apostas vencedoras com acerto de 3 números
R$ 9,00 para apostas vencedoras com acerto de 4 números
R$ 7,50 para apostas vencedoras com acerto do “Time do Coração”

G1

BPChoque prende quatro homens em residência na Zona Sul de Natal utilizada para plantações de drogas

Foto: PM/ASSECOM/REPÓRTER: CB GLAUCIA
Na madrugada desta quinta-feira (31), policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) efetuaram a prisão de quatro homens suspeito de utilizarem uma residência como estufa para plantações de drogas e entorpecentes.
De acordo com o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), os policiais militares da BPChoque realizavam o patrulhamento ostensivo na Vila de Ponta Negra quando visualizaram um homem em atitude suspeita saindo de uma residência e, ao avistar a viatura policial, tentou retornar ao interior da residência.
Ao aproximar-se da residência, os policiais sentiram um expressivo odor de entorpecentes oriundo do interior da residência, configurando a forte suspeita da ocorrência de tráfico de drogas no local.
Com a suspeita e a configuração de uma possível situação flagrancial, os policiais adentraram na residência, encontrando várias mudas de Cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha, além de 3,5 kg de substância análoga a maconha, três balanças de precisão, uma porção de substância análoga a cocaína, um frasco com sementes de maconha e um frasco contendo um material semelhante a maxixe.
Ainda na residência foram encontrados cerca de R$ 2,5 mil, bem como vários aparelhos de celulares, mochilas escolares, e vários produtos para o acondicionamento e preparação de drogas.
Com a constatação do crime de tráfico de drogas, na modalidade de semear plantas que constituam matéria-prima para a preparação de drogas e da utilização de local que tem propriedade para o tráfico de drogas, e do crime de associação para o tráfico de drogas, Felipe Câmara da Costa (26 anos) Diego Feliciano Evangelista (25 anos), Rony Saraiva Mendes Filho (31 anos) e Fábio Marinheiro Cordenonse (32 anos) foram conduzidos à Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos legais e as devidas perícias nas substâncias encontradas.

Homem sai de Serra do Mel pra sacar dinheiro no Alto do Rodrigues e desaparece; família pede ajuda

Familiares pedem ajuda para encontrar Everaldo Teixeira da Silva, 35 anos, que reside na vila Rio de Janeiro na cidade de Serra do Mel.

Segundo informações repassadas por Kaliana (cunhada de Everaldo) a reportagem do Focoelho, via telefone, são que Everaldo teria saído de Serra do Mel, passando pelo Entrocamento e seguir com destino a cidade de Alto do Rodrigues sacar um dinheiro.

O fato ocorreu por volta do meio dia de ontem (30 de outubro de 2019), mais infelizmente até o momento Everaldo não voltou pra casa e nem deu notícias.

A família está bastante aflita e pode a ajuda de todos, se alguém souber de algo que possa levar ao paradeiro de Everaldo, favor ligar urgente para: (84) 99611-3512 (WhatsApp).

FOCOELHO

INCÊNDIO DEVASTA SERRA PERTO DE ACARI


Mais um incêndio registrado no interior do Rio Grande do Norte.
Agora o fogo toma conta de uma serra no município de Acari, entre Acari e Currais Novos.
O Corpo de Bombeiros está no local com 3 viaturas, mas a previsão é de que o fogo siga queimando a mata por mais alguns dias.
Há o temor de quem acompanha o incêndio, de que seja necessário interditar a BR-226.


Fonte: Thaisa Galvão

Mourão diz que navio legal que ejetou combustível é provável culpado por óleo e investigação tá no fim

O presidente interino Hamilton Mourão afirmou que o presidente Jair Bolsonaro pode anunciar ainda nesta semana que navio causou o derramamento de óleo no litoral brasileiro.
O general da reserva se reuniu nesta quarta-feira (30) com o comandante da Marinha, Eduardo Bacellar. Após o encontro, disse que a investigação está na fase final.
“Temos uma boa chance”, disse. “A gente sempre aprende no quartel o seguinte: notícias boas é o comandante que dá. As ruins é o subcomandante. É assim que funciona”, ressaltou.
Segundo ele, o governo brasileiro chegou a um número de 11 navios que podem ter derramado combustível no litoral nordestino.
responsável pelo desastre ambiental, de acordo com o presidente interino, não estava com o transponder desligado. O equipamento de comunicação informa a posição da embarcação.
“Tem que cobrar, tem que multar. Existe uma legislação do mar, existe um sistema de alerta em relação ao meio ambiente. Qualquer navio que ocorra um acidente desta natureza tem que avisar. A legislação vai bater em cima dele”, afirmou.
Segundo Mourão, pelo que foi apurado até o momento, o navio responsável pelo derramamento não é ilegal e teria causado o incidente ao fazer uma ejeção de óleo para manter a estabilidade da embarcação.
“Eu acho que o cara fez uma ejeção de porão ali pela quantidade de óleo”, afirmou. “Se ele tá com problema de flutuação, de balanço, aí ele tira um pouco de óleo para ter estabilidade”, acrescentou.
Mourão lembrou que foram recolhidos até o momento 2.500 toneladas de óleo e que um um navio transporta cerca de 250 mil toneladas, o que representa um 1%.
Desde o dia 30 de agosto, as manchas de óleo já atingiram 283 localidades em 98 municípios dos nove estados do Nordeste.
FOLHAPRESS

Juíza diz que Lula pode ir ao semiaberto

A juíza da 12ª Vara Federal de Execuções Penais do Paraná, Carolina Lebbos, afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode progredir ao regime semiaberto para o cumprimento do restante da pena de 8 anos e 10 meses no caso triplex, mas decidiu aguardar uma decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o caso. A força-tarefa da Operação Lava Jato havia pedido que o petista fosse para o semiaberto. A defesa, no entanto, insiste para que o requerimento seja indeferido.
A magistrada lembra que, na decisão em que foi barrada a transferência de Lula para o presídio de Tremembé, os ministros do Supremo Tribunal Federal resolveram ‘assegurar’  a Lula, ‘até ulterior deliberação, o direito de permanecer custodiado na sala reservada, instalada na referida Superintendência da Polícia Federal no Paraná, na qual atualmente se encontra’.
Para a magistrada, estão ‘preenchidos os requisitos legais, cabível a progressão ao regime semiaberto de cumprimento da pena privativa de liberdade’. No entanto, segundo ela, é ‘inviável a adoção, por ora, por este Juízo, das diligências aludidas acima, sob pena de afronta à determinação da Corte Superior’.
“Desse modo, em respeito à decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal, determino a expedição de Ofício ao E. Ministro Edson Fachin, Relator da PET n. 8.312, comunicando o reconhecimento do preenchimento dos requisitos para a progressão de regime, mantendo por ora o apenado no estabelecimento em que está cumprindo pena, até ulterior deliberação da Corte Superior. Anexe-se cópia desta decisão”, anota.
A juíza rebate o pedido da defesa do ex-presidente para que ele não vá ao semiaberto. Ela ressalta que ‘a progressão de regime não é uma faculdade do condenado, mas uma imposição legal, própria do sistema progressivo de penas adotado na legislação nacional’. “Não se cuida aqui de “transigir” ou de “barganhar” com o Estado”.
“No caso, sequer houve o apontamento de razões fáticas ou juridicamente relevantes a sustentar a simples recusa à progressão de regime. Os motivos invocados constituem, no estágio atual da ação penal que ensejou a execução penal, mero inconformismo com o reconhecimento da prática do ato ilícito penal e com a pena aplicada”, anotou.
Segundo a magistrada, ‘uma vez deferida a progressão ao regime prisional semiaberto deve-se verificar junto aos órgãos competentes a existência de vaga em estabelecimento adequado a tal regime’.
ESTADÃO CONTEÚDO

Delegado da Paraíba diz que PMs do RN devem ir a júri popular e responder por homicídio doloso

O delegado Diógenes Fernandes, responsável pelo caso do confronto envolvendo polícias militares do Rio Grande do Norte e da Paraíba, ocorrido na última terça-feira, 29, no município de Tacima, afirmou que os agentes potiguares envolvidos devem ir a júri popular, além de responderem por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Diógenes comanda a seccional de Solânea, que atende Tacima.
Em contato com a reportagem, o delegado disse que a população está “consternada” com o fato, que resultou em uma troca de tiros e na morte do policial paraibano, Edmo Tavares, de 36 anos, na zona rural do município do agreste paraibana. “Era um policial exemplar”, lamentou Diógenes.
ENTENDA O CASO
Três policiais militares do Rio Grande do Norte – um subtenente, um sargento e um cabo – irão responder a inquéritos criminais, na esfera civil e militar, pela morte do policial militar paraibano Edmo Tavares. O PM da Paraíba morreu na tarde desta terça, 29, após uma troca de tiros no distrito de Cachoeirinha, zona rural de Tacima (PB).
Segundo a PM do RN, as armas dos três policiais militares foram apreendidas pela Polícia Civil da Paraíba. Após serem ouvidos em depoimento, eles foram liberados e já retornaram a Nova Cruz, na região Agreste potiguar, onde são lotados.
Os três também foram afastados de suas atividades de policiamento e, enquanto durar as investigações, devem ficar atuando apenas administrativamente.
Assessor de imprensa da PM do RN, o tenente-coronel Eduardo Franco revelou ao Agora RN que o subtenente, o sargento e o cabo relataram que foram à Paraíba dar cumprimento a um mandado de prisão contra um foragido da Justiça. “Eles localizaram o alvo, o abordaram e o prenderam. Porém, durante a ação, o policial paraibano, que estava em um carro próximo, teria visto os três homens armados e achou que eles eram criminosos, uma vez que eles estavam à paisana, descaracterizados”, ressaltou.
“Os três disseram ainda que o policial paraibano atirou contra o grupo. Como o policial paraibano também não estava fardado, os três PMs atiraram de volta”, acrescentou Eduardo Franco.
Ainda de acordo com o oficial, o policial paraibano ainda tentou fugir e acabou batendo o carro. “Ele ainda foi socorrido ao hospital e teve a arma apreendida. Depois foi que descobrimos que se tratava de um policial militar”, destacou Franco.
Edmo era policial militar há 10 anos e trabalhava no batalhão do município de Picuí, no interior da Paraíba.
AGORA RN

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

SÃO FRANCISCO DO OESTE/RN: prefeitura municipal efetuou hoje (30/10), o pagamento aos servidores referente ao mês de outubro de 2019

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

IDIARN lança segunda etapa da campanha contra febre aftosa


O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (IDIARN), inicia nesta sexta-feira (01), a segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa que será realizada durante todo o mês de novembro de 2019.
Nesta etapa, a vacinação será obrigatória apenas para os animais de 0 a 24 meses, correspondendo a 30% do rebanho atual, porém, todos os animais deverão ser declarados. O produtor cadastrado junto ao IDIARN deve adquirir sua vacina em uma das lojas autorizadas a comercialização e, após isso, vacinar os animais e declarar o rebanho em um dos nossos escritórios, EMATER ou Secretarias Municipais de Agricultura.
Com um rebanho de mais de 890 mil animais, o Estado segue mantendo altos índices de cobertura vacinal, dando sequência ao processo de retirada da obrigatoriedade da vacinação. Em maio, durante a primeira etapa deste ano, foi vacinado 97% do rebanho potiguar. Esses números permitem que o RN mantenha o status livre de febre aftosa com vacinação.
A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.
Em maio 2014 o RN foi reconhecido internacionalmente livre de aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), classificação desejada há muitos anos pelos criadores potiguares. Com o status o Estado passou a exportar seus animais, beneficiando a economia e o agronegócio do Rio Grande do Norte.

IDIARN

COMANDO DETERMINA AFASTAMENTO DE POLICIAIS MILITARES DO RN ENVOLVIDOS EM MORTE DE PM DA PARAÍBA

Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi


O Comando Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte informou, na manhã desta quarta-feira (30), que determinou o afastamento dos policiais militares potiguares envolvidos em uma operação que resultou na morte de um colega PM da Paraíba, na tarde desta terça-feira (29) em Tacima, município paraibano.
A corporação afirmou que os policiais militares lotados no 8° Batalhão de Polícia Militar, sediado em Nova Cruz, foram à comunidade de Cachoeirinha, no município da Paraíba, à procura de um homem que tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela justiça do Rio Grande do Norte.
Ainda segundo a PM, durante a abordagem em via pública houve uma troca de tiros com um homem que estava com seu veículo próximo ao local. “Durante a contenda, o cidadão foi atingido e devidamente socorrido à unidade hospitalar mais próxima. Foi constatado posteriormente que se tratava de um Policial Militar do Estado da Paraíba”, informou ainda a corporação.
Após a constatação, o comandante do Policiamento do Interior e o comandante imediato dos Policiais Militares foram à cidade paraibana para acompanhar o desdobramento da ocorrência policial.
“Os policiais militares do Rio Grande do Norte foram ouvidos em procedimento policial gerado pela Polícia Civil/PB, onde apresentaram suas respectivas armas de fogo a autoridade policial. O Comando da PMRN determinou o afastamento dos PMs das suas funções e a instauração imediata de Inquérito Policial Militar objetivando apurar as circunstâncias dos fatos”, afirmou a corporação.
Investigação
Segundo informações do delegado seccional de Solânea e responsável pelo caso, Diógenes Fernandes, Edmo Lima Tavares, de 36 anos, teria confundido policiais que estavam à paisana com bandidos e atirado contra eles. Ainda de acordo com o delegado, a vítima vendia cestas básicas durante a folga, no distrito de Cachoerinha. Os três policiais militares do Rio Grande do Norte estavam à paisana, enquanto realizavam uma operação.
Quando desceu do carro em que estava, Edmo viu que os policiais estavam armados e os confundiu com bandidos. Ele atirou contra os PMs, que revidaram com vários tiros. O delegado informou também que a Polícia Militar do Rio Grande do Norte não comunicou a PM da Paraíba sobre a operação.
A assessoria da Polícia Militar da Paraíba informou ao G1 que Edmo era policial há 10 anos e trabalhava no batalhão de Picuí.

G1/RN

“NÃO AUTORIZEI NENHUM POLICIAL NOSSO IR À PARAÍBA CUMPRIR MANDADO”, DIZ COMANDANTE DA PM DO RN



O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, afirmou que não teve conhecimento da operação nem autorizou que policiais militares potiguares fossem à Paraíba dar cumprimento a qualquer mandado de prisão. A ação, realizada na tarde desta terça, 29, na zona rural de Tacima (PB), acabou em uma troca de tiros e na morte do PM paraibano Edmo Tavares, de 36 anos.
“Como eu não sabia, não autorizei nem comuniquei ao comandante-geral da PM da Paraíba que haveria uma operação lá. Se eu soubesse, teria entrado em contato, como sempre faço, e a ação teria sido realizada em conjunto, como sempre deve ser”, ressaltou Alarico durante coletiva de imprensa realizada nesta manhã.
O CASO
Três policiais militares do Rio Grande do Norte – um subtenente, um sargento e um cabo – irão responder a inquéritos criminais, na esfera civil e militar, pela morte do policial militar paraibano Edmo Tavares. O PM da Paraíba morreu na tarde desta terça, 29, após uma troca de tiros no distrito de Cachoeirinha, zona rural de Tacima (PB).
Segundo A PM do RN, as armas dos três policiais militares foram apreendidas pela Polícia Civil da Paraíba. Após serem ouvidos em depoimento, eles foram liberados e já retornaram a Nova Cruz, na região Agreste potiguar, onde são lotados.
Os três também foram afastados de suas atividades de policiamento e, enquanto durar as investigações, devem ficar atuando apenas administrativamente.
Assessor de imprensa da PM do RN, o tenente-coronel Eduardo Franco revelou ao Agora RN que o subtenente, o sargento e o cabo relataram que foram à Paraíba dar cumprimento a um mandado de prisão contra um foragido da Justiça. “Eles localizaram o alvo, o abordaram e o prenderam. Porém, durante a ação, o policial paraibano, que estava em um carro próximo, teria visto os três homens armados e achou que eles eram criminosos, uma vez que eles estavam à paisana, descaracterizados”, ressaltou.
“Os três disseram ainda que o policial paraibano atirou contra o grupo. Como o policial paraibano também não estava fardado, os três PMs atiraram de volta”, acrescentou Eduardo Franco.
Ainda de acordo com o oficial, o policial paraibano ainda tentou fugir e acabou batendo o carro. “Ele ainda foi socorrido ao hospital e teve a arma apreendida. Depois foi que descobrimos que se tratava de um policial militar”, destacou Franco.
Edmo era policial militar há 10 anos e trabalhava no batalhão do município de Picuí, no interior da Paraíba.
AGORA RN

Armado com facão, homem invade fábrica e tenta matar ex-mulher em cidade da PB



Um homem de 40 anos de idade, morador do bairro do Tambor, foi preso no início da manhã desta quarta-feira (30) após tentar matar a ex-companheira, dentro de uma fábrica de biscoitos instalada no Distrito Industrial de Campina Grande.
De acordo com informações da família da vítima, Jean Carlos Gomes Silva (foto) conseguiu uma farda semelhante a usada na empresa em que sua ex-companheira trabalha e facilmente entrou no local.
Armado com um facão, ele ainda aplicou golpes contra Roberta Mendes de Souza, de 39 anos, com quem conviveu durante nove anos e recentemente se separou.
Segundo uma irmã da vítima, a separação ocorreu há cerca de um mês, depois que Roberta procurou a polícia para denunciar as agressões que vinha sofrente por parte do companheiro. “Depois disso, ele começou a ameaça-la de morte, inclusive, ele avisou a ela que iria fazer isso dentro da fábrica ou no caminho. Ela já havia avisado que iria matá-la. Ele se revoltou porque ela denunciou o caso na delegacia” comentou.
O acusado só nao conseguiu concretizar o assassinato porque os vigilantes da fábrica agiram rápido ao perceber a cena e conseguiram detê-lo. Ele foi entregue a Polícia Militar que o encaminhou para delegacia.
A vítima teve ferimentos na região do rosto e foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e não corre riscos de morte.

Fonte: Blog do Márcio Rangel

Trio suspeito de assaltos em Ponta Negra é preso pela Polícia Militar

Duas mulheres e um homem foram presos na noite desta terça-feira (29) em Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, suspeitos de praticarem vários assaltos nas ruas do bairro.

A Polícia Militar foi acionada pelas vítimas, que tiveram seus aparelhos celulares roubados pelo trio. Em um dos casos a vítima informou para a polícia que as duas mulheres passaram tranquilamente pela vítima e em seguida passou o homem, que ainda chegou a dar boa noite, retornando com uma das mulheres, como se fossem um casal de namorados.

Foi naquele momento que anunciaram o assalto ameaçando a vítima com a seguinte frase: "vai embora sem olhar para trás, caso contrário já sabe o que vai acontecer". Com o trio foi encontrado vários aparelhos de celular, além de um Revólver municiado.

Um fato chamou a atenção dos policiais que ao encontrarem os celulares, estes estavam enrolados em papel alumínio, para dificultar o rastreamento dos mesmos. O trio foi conduzido para a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foram autuados pelo crime de Roubo e Formação de Quadrilha e agora se encontram a disposição da justiça.

FOCOELHO

Quatro pessoas foram detidas suspeitas de arrastões em residência em Mossoró


Quatro pessoas foram detidas na noite desta terça feira 29 de outubro de 2019, pela Força Tática, acusados de praticarem arrastões em uma casa no Abolição IV em Mossoró no Rio Grande do Norte. 

Entre os detidos duas mulheres e dois homens, além de objetos roubados. Segundo o Cabo Albuquerque, os dois homens identificados como Deusedit Gomes da Silva Neto e Saulo Gabriel Sousa Silveira, e as mulheres que são do Ceará, identificadas como: Cintia Raquel Costa Aguiar, Karliane Lima do nascimento foram autuados em flagrante por receptação e associação ao crime.

A prisão ocorreu após os Policiais receber informações que em uma casa no Abolição IV, os elementos estavam com objetos roubados, repartindo o roubo.
Chegando ao local foi constatado a informação, e eles tentaram escapar do cerco pulando os muros. Inclusive um deles estava usando tornozeleira eletrônica (Saulo de camisa rosa).

Eles negaram ter participado do arrastão, porém foram autuados por receptação e associação ao crime. As investigações deverão continuar para saber cada participação deles no arrastão.

FOCOELHO

Ferrovias poderão ser reativadas no RN

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou, nesta terça-feira (29), seu parecer favorável e texto substitutivo ao Projeto de Lei 261/2018, apelidado de Novo Marco Legal das Ferrovias.
No substitutivo entregue à Comissão de Infraestrutura do Senado Federal, o parlamentar acrescentou ao projeto original a modernização do modelo atual de concessão da malha ferroviária brasileira e disposições que versam sobre a devolução e nova licitação de linhas ociosas.
“Logo no início do mandato, solicitei esta relatoria não apenas em função da experiência que já vivi na elaboração de marcos regulatórios como, em especial, para contribuir com a reativação de ferrovias abandonadas no Rio Grande do Norte, além da perspectiva de pensarmos em novos ramais que sirvam ao combalido escoamento da nossa produção mineral, agrícola e de granéis líquidos”, disse.

* Assis Silva

Governo Federal cancela 500 licenças de pescadores do RN e mais 7 estados

Governo Federal cancela 500 licenças de pescadores do RN e mais 7 estados

O Governo Federal publicou nesta terça-feira (29) Portaria nº 4.924, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que cancela 500 licenças de pescadores profissionais inscritos no Registro Geral de Atividade Pesqueira (RPG) nos estados do Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe, Pernambuco, Minas Gerais, Alagoas, Amapá e Amazonas.
O cancelamento das licenças dos pescadores profissionais e inscrições no RPG estão fundamentadas nos incisos I (a pedido do interessado) e IV (nos casos de falecimento) do Artigo 17 da Instrução Normativa MPA nº 6, de 29 de junho de 2012.
A portaria deverá ser afixada na sede das superintendências federais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento dos estados citados. A medida entra em vigor na data de publicação.
Confira a lista AQUI.
* Portal Grande Ponto

CPCON/UEPB lança edital do concurso de Viçosa - RN



A Comissão organizadora do concurso da prefeitura de Viçosa - RN (CPCON/UEPB) lançou o edital na segunda, 28/10, para um total de 15 vagas diretas e cadastro de reserva, referentes a diversos cargos, nos níveis fundamental, médio e superior.
As inscrições ocorrerão entre os dias 11 de novembro e 11 de dezembro deste ano, custando R$ 65,00 (nível fundamental), R$ 85,00 (nível médio) e R$ 105,00 (nível superior), exclusivamente pelo site da instituição organizadora. 
A prova escrita objetiva, comum a todos os cargos, tem previsão de ser realizada em 9 de fevereiro de 2020, havendo, posteriormente, prova de títulos para o cargo de Professor de Educação Física.
Para obter todas as informações sobre o concurso da prefeitura de Viçosa - RN, acesse a página criada pela CPCON para o certame clicando Aqui.


Fonte: Na Hora RN

GAROTINHO E ROSINHA SÃO PRESOS EM CASA

Na terça (29), desembargadores da 2ª Câmara Criminal derrubaram o habeas corpus que mantinha o casal em liberdade e expediram um novo mandado de prisão. Defesa vai recorrer.

A Polícia Civil do RJ prendeu, na manhã desta quarta-feira (30), os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus. O casal estava em casa, no Flamengo, na Zona Sul do Rio.
Os mandados de prisão preventiva foram cumpridos às 6h30. O casal deixou a residência às 6h50. É a quinta vez que Garotinho é preso, e a terceira de Rosinha.
Na terça-feira (29), os desembargadores da 2ª Câmara Criminal derrubaram o habeas corpus que mantinha o casal em liberdade, por dois votos a um, e expediram um novo mandado de prisão.
A Justiça atendeu a um pedido do Ministério Público, que afirma que o casal está interferindo nas investigações - incluindo ameaças a uma testemunha-chave.
O casal tinha sido preso em setembro, acusado de participação em um esquema de superfaturamento em contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht.
Um dia depois, os dois foram soltos após um habeas corpus deferido pelo juiz Siro Darlan, no Plantão Judiciário.
Defesa vai recorrer
A defesa diz que recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). “A ordem de prisão é ilegal e arbitrária, pautada apenas em suposições e conjecturas genéricas sobre fatos extemporâneos, que supostamente teriam ocorrido entre os anos 2008 e 2014", afirma o advogado Vanildo José da Costa Junior.
Em outra nota, assinada por Garotinho e Rosinha, eles se dizem vítimas de "perseguição".
De acordo com delações premiadas à força-tarefa da Lava Jato, o prejuízo aos cofres públicos causado pelo esquema que teria contado com a participação do casal pode chegar a R$ 60 milhões.
O Ministério Público afirmou que a prisão preventiva do casal foi pedida por risco de alguma interferência de ambos nas investigações. A medida se fez necessária, segundo o MP, porque eles têm "poder dissuasório" em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense. Ambos foram prefeitos da cidade.
LEIA MATÉRIA COMPLETA AQUI

Fonte: TV Globo
Foto: Reprodução TV Globo